Empresário lojista maranhense está otimista com o Natal deste ano

Compartilhar

Rua Grande é principal centro comercial da capital maranhense

Os indicadores econômicos e o otimismo demonstrado pelo empresariado sinalizam que este será um Natal bem melhor do que nos dois anos anteriores, nos quais a crise se ascendeu. Mais vagas de empregos temporários, vendas melhores e mais investimento em estoque confirmam essa tendência.

Segundo o presidente da Associação Comercial do Maranhão (ACM), Felipe Mussalém, o empresariado maranhense está bem mais animado, com expectativa de venda bem melhores do que nos anos anteriores. “A retomada da economia está deixando o comércio esperançoso de que este Natal será bem melhor”, ressaltou.

Felipe Mussalém disse que em virtude dessa melhora no cenário econômico, as contratações temporárias abriram mais oportunidade este ano. As contratações devem começar agora em novembro e se acentuar em dezembro, pico das vendas natalinas.

A expectativa do presidente da ACM também tem como base estimativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Maranhão (Fecomércio-MA), que prevê a oferta de 1.600 vagas de trabalho temporário no comércio varejista maranhense este ano, sendo 750 somente em São Luís. “Pelo menos 20% dessas vagas deverão ser efetivadas”, acredita Felipe Mussalém.

Rua Grande

Outro fato animador para o lojista de São Luís, especialmente aqueles que atuam no Centro da cidade, é o projeto de requalificação urbanística da Rua Grande, cujas obras terão início em novembro, a começar pela restauração das praças Deodoro e Pantheon.

O projeto prevê todo o cabeamento elétrico e de telefonia na Rua Grande seja embutido, como também haverá a instalação de novo sistema de drenagem e de esgotamento sanitário, nivelamento do piso, que será de granito, além de mobiliário urbano, como bancos e lixeiras.

Deixe um comentário