Shopping centers esperam alta de 10% nas vendas para o Dia dos Pais

Compartilhar

Mais da metade dos shopping centers pretendem realizar ação de marketing voltada para o Dia dos Pais

Para próxima importante data do varejo, o Dia dos Pais (12 de agosto), levantamento realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) aponta que 87% dos shoppings esperam uma alta de 10% nas vendas, em comparação ao mesmo período do ano passado. Mais da metade desses empreendimentos (57%) pretendem realizar ação de marketing voltada para a data, sendo a maioria, 50%, apostará em promoções de compre e ganhe.

Entre os segmentos, 49% dos shoppings centers acreditam que vestuário irá alavancar as vendas, seguido de eletrônicos com 14% e calçados com 12%. Em relação ao ticket médio, a expectativa corresponde entre R$ 100,00 e R$ 150,00.

Além do consumo de produtos, os shoppings também acreditam em alta nas vendas em restaurantes, cinemas e opções de lazer para comemoração da data. Tanto que 69% dos empreendimentos esperam um incremento de 5% no faturamento destas operações.

O Dia dos Pais simboliza a abertura do calendário comemorativo do segundo semestre do ano. A data coincide com as liquidações de artigos de inverno, o que contribui para gerar um ambiente de oportunidades de compras a preços ainda mais acessíveis.

De acordo com a pesquisa elaborada pela Fecomércio MG, 57,4% dos empresários do comércio varejista acreditam no crescimento das vendas no Dia dos Pais deste ano, o que representa um aumento de 4,5 pontos percentuais em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados apresentam o melhor resultado dos últimos quatro anos: em 2014, 43,1% tinham essa mesma perspectiva, ante 28,1% em 2015, 37,8% em 2016 e 52,9% em 2017.

Entre as ações adotadas para melhorar as vendas no período, os empresários apontaram as promoções e liquidações (44,8%) como a principal estratégia, seguida pela propaganda (30,9%) e diversificação do mix (6,7%). Segundo o economista da Fecomércio MG, Guilherme Almeida, o aumento da expectativa de vendas por parte do comércio é reflexo da melhora econômica.

“O Dia dos Pais de 2017 foi relativamente positivo para o comércio, pois consideramos como o primeiro ano de recuperação econômica. Ainda estamos aquém da recuperação total, mas o cenário têm evoluído em 2018 e já indica números melhores que os anos anteriores”, enfatiza.

Entre os consumidores entrevistados pela pesquisa, 34,3% afirmam que vão presentear na data, número inferior aos 37% apurados em 2017. Entre esse grupo de consumidores, 88,8% irão adquirir presentes que não ultrapassarão o valor de R$ 200,00, sendo que a maioria (63,3%) pretende gastar menos em relação ao ano passado.

Almeida aponta a melhoria do ambiente para o consumidor, em termos de preço e inflação controlada, como favorável para as compras. “As promoções foram citadas por 70,6% dos entrevistados como fator preponderante para estimular as compras no período. Ações como pague dois e leve três são muito comuns e extremamente eficazes para a data”, destaca.

Mais

Sobre Abrasce

Fundada em 1976, a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) tem como objetivo atuar para o desenvolvimento e fortalecimento do setor de shoppings no país. O know-how superior a quarenta anos de atuação credencia a Abrasce como referência no setor varejista brasileiro. Os seus mais de quatrocentos associados contam com um amplo portfólio de benefícios oferecidos pela entidade que incluem: assessoria jurídica, eventos, seminários, congressos, cursos de capacitação e pesquisas.

 

 

 

Deixe um comentário