Prefeitura capacita pessoas em vulnerabilidade social com projeto de geração de renda

Compartilhar


“Eu agradeço a oportunidade que foi muito importante para mim. Com esse aprendizado quero começar um pequeno negócio e melhorar minha renda”, disse a dona de casa Clara dos Santos Lima, 48 anos. Ela é uma das participantes do curso de Customização como parte do programa ‘3 R´s: Reciclar, Reutilizar e Renda’, da Prefeitura São Luís. A iniciativa oportuniza capacitação a pessoas em vulnerabilidade social, com foco na população em situação de rua. Um total de 27 pessoas participou da formação que na última sexta-feira (23) teve seu encerramento no Centro Cultural Convento das Mercês, Centro Histórico.

O programa ‘3 R´s: Reciclar, Reutilizar e Renda’, é promovido pela Prefeitura de São Luís em parceria com o Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado da Cultura e Turismo (Sectur) e a Cemar. Foram dois meses de aprendizado, onde os alunos tiveram aulas teóricas e práticas na produção e customização de roupas, além de objetos como almofadas, peso de porta, tapetes, coberta de cama, bolsas e outros itens.

 

A secretária adjunta da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semcas), Nazaré Garcês, esteve na aula final, representando a titular da pasta, Andréia Lauande. A gestora enfatizou o momento significativo. “É um importante aprendizado que a Prefeitura tornou possível a cada uma destas pessoas e que vai refletir em suas vidas. A proposta do projeto é garantir autonomia e a geração de renda. Parabenizo a todos e que possam seguir com esse novo conhecimento para melhorar suas vidas”, pontuou.

“Todo esse apoio vai ser um recomeço para minha vida, porque é uma profissão que eu posso melhorar e aprender mais. Saindo daqui já vou colocar em prática o que aprendi para ganhar dinheiro e ajudar minha família”, enfatizou a dona de casa Grabriela Sousa Belfort, 32 anos, que já adquiriu uma máquina para dar início ao seu pequeno negócio.

RENDA

A capacitação é mais um estímulo para a geração de renda na vida de Josiel Monteiro Melo, 43 anos. Por meio das ações sociais da Prefeitura ele já realizou cursos de soldador e armador, que lhe garantiram trabalho com carteira assinada. “Eu acho importante, porque quanto mais eu aprender, mais chances vou ter. Com estas oportunidades consigo me manter trabalhando e ganhando meu dinheiro honestamente”, disse ele, que é morador do Abrigo Institucional para Pessoa em Situação de Rua, da Semcas.

O superintendente de Articulação Institucional da Semcas, Alfredo Lima, destacou que “a proposta é dar continuidade ao projeto que mostrou resultado na garantia de autonomia e resgate da dignidade destas populações”. Foram 60 horas de curso no qual todos os alunos receberam certificado de participação. Ao final, foi realizada confraternização.

O público do curso foram os acolhidos dos Centros Especializados em População Adulta de Rua (Centro POP), além de abrigos institucionais geridos pela Semcas na comunidade do Desterro, Praia Grande, Portinho e áreas do entorno.

Deixe um comentário